Ladeira do João Homem, na Saúde: clima de subúrbio em meio a modernidade do Porto Maravilha.

É difícil acreditar que exista essa pérola nesse miolo entre o Centro e a zona sul do Rio. Nunca tinha visitado a ladeira que restou do Morro do Castelo. Fui visitar a Ladeira para comemorar o aniversário de um amigo, o que teve um toque a mais.

Fiquei com medo de ir de carro, acho ruim parar na rua, mas encontrei um estacionamento na Rua Acre, sim, é possível estacionar carro de forma segura, claro que não foi barato.

A subida para o Morro da Conceição, uma das ocupações mais antigas no Rio de Janeiro, é feita por uma ladeira íngreme, constituída pela Rua Major Daemon. Já na subida você pode ver os azulejos decorando o corrimão.

A subida foi gratificante, nem é cansativa. A arquitetura do Morro da Conceição te transporta para um Rio totalmente à parte. A influência lusitana na Saúde é forte. Lá tem um clima de subúrbio, ofuscado pelos arranha-céus espelhados do Centro, vistos ao longe entre uma paisagem e outra. Lembra um pouco Santa Teresa.

O Morro da Conceição é uma joia bruta. Todo o calçamento é feito de paralelepípedos.

Todos os sobrados variam entre si em questão de conservação e de decoração. Cada casa tem uma personalidade diferente, o que faz do local algo único de se conhecer, parecia uma volta no tempo.

O Largo João da Baiana sinaliza o fim da descida do Morro da Conceição. Lá é mais conhecido como Pedra do Sal, ou como Pequena África, por ter sido frequentada por escravos negros e forros. O samba tem grande importância histórica neste largo. E lá no alto fica a Fortaleza da Conceição.

A chegada à Rua Sacadura Cabral trouxe de volta à parte do bairro mais agitada de automóveis, de lanchonetes populares, bancas de jornais e mais sobrados antigos. As obras para as Olimpíadas mudaram todo esse panorama, “para melhor”. Recomendo a visita.

d7da0471-47c3-404a-a62e-3c5b0b01e292

Reserve aqui o seu hotel:



Booking.com

Deixe uma resposta