Igreja Nossa Senhora das Neves (Bogotá – Colômbia)

Quando viajamos sempre aparece algumas pérolas que nos surpreendem, coisas que não aparecem em nenhum guia da cidade e nem em nenhum blog, foi o caso desse templo religioso de culto católico sob a invocação da Virgem de Nossa Senhora das Neves. Ele está localizado na Carrera Sétima com a Calle Vinte, no bairro Las Nieves de Santa Fé , no centro da cidade de Bogotá.

Fundada em 23 de Março de 1585, sendo que em 22 de dezembro de 1594 um incêndio a destruiu, mas foi reconstruída graças à esmola dos fiéis.

Sua fachada apresenta uma influência bizantina em suas torres, seus motivos geométricos e as alternadas listras amarelas e vermelhas que adornam seu frontispícioA igreja mede 64 metros de comprimento por 27,50 de largura. A altura do navio principal é de 15 metros.

Embutidos nos corredores laterais há vitrais . A torre norte é mais alta (32 m) e abriga uma grande janela retangular na forma de uma cruz latina, em cujo centro foi instalado um relógio. A torre sul (23 m), por outro lado, possui três janelas retangulares verticais. Ambas as estruturas são cobertas por telhados quadrados com telhados inclinados.

Confira também aqui no blog o post completo de 4 dias em Bogotá e viaje com Leandro.

Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes – MG

Igreja Matriz de Santo Antônio é o mais antigo e principal templo católico de Tiradentes, e um grande exemplo de arquitetura e arte barroca, com detalhes nos estilos barroco Joanino e Rococó.

A larga fachada tem uma porta central com uma moldura em pedra entalhada realizada pelo Aleijadinho. Nas laterais se abrem dois janelões com balaustradas. O frontão é simples. Como toda igreja de qualquer parte do mundo, a entrada para visita se dá pelas portas laterais.

IMG_5806

Já estive algumas vezes em Tiradentes e sempre visito a Igreja Matriz, seu interior é deslumbrante, apesar de ter a entrada paga, vale muito a visita. O interior foi decorado em várias etapas e mostra diversas abordagens do estilo Barroco. Os altares de Nossa Senhora da Conceição e São Miguel e Almas são os mais antigos. O primeiro foi erguido antes de 1727 e o segundo foi dourado em 1732.

O coro foi construído em torno de 1740, com rica decoração de guirlandas. A pintura dos forros da capela-mor e da nave foram feitas por Antônio Caldas, que contratou a pintura e douramento da igreja em 1750. Na capela a pintura traz motivos no estilo grottesco, e na nave remete a padrões do Estilo Nacional, dividindo o espaço em caixotões preenchidos com motivos da Eucaristia e cenas do Antigo Testamento.

O órgão de tubo também tem uma construção típica do Barroco, muito comum ver o mesmo estilo nas igrejas em Portugal.

Depois dê uma volta pelas ruas de pedra para conhecer as outras atrações dessa linda cidade que parece que parou no tempo.

Veja também o post sobre São João del Rei. Aproveite e Viaje com Leandro.

 

Cachoeira da Macumba

Cachoeira dos Treze, também conhecida como Cachoeira da Macumba localiza-se no km 13 da estrada que liga Petrópolis à Teresópolis, bem próximo ao centro de Itaipava, na Região Serrana do Rio de Janeiro.  Foi uma grata surpresa, uma cachoeira super bonita e estava vazia quando chegamos. Se você sair de Petrópolis, siga pela BR-40 em direção à Itaipava. Ao passar pelo trevo de Itaipava pegar a estrada que leva à Teresópolis. Passando da rodoviária seguir por mais  13 km aproximadamente. Eu estava em Petrópolis. Mas se você vier de Teresópolis, siga pela avenida principal de Teresópolis até o final onde e virar à esquerda sentido Cascata do Imbuí. Essa estrada é a Petrópolis – Teresópolis, siga até passar em frente ao Hotel Alpina e a partir por mais por 18 km aproximadamente até avistar a placa escrito Córrego Açuzinho onde tem uma entrada levando até um estacionamento de terra de onde parte a trilha.

IMG_5362

A cachoeira tem duas quedas bem bonitas, uma dá até para fazer rapel.

Infelizmente o lugar não está muito bem cuidado, existe bastante lixo espalhado.

IMG_5378

Mas no geral é um lugar bem bonito e agradável, recomendo dar uma chegada lá para aproveitar a natureza e o som da água caindo.

RECOMENDO!

Leia também o post relacionado:

Pedra do Quitandinha (trilha)

Reserve aqui seu Hotel:



Booking.com

 

Ladeira do João Homem, na Saúde: clima de subúrbio em meio a modernidade do Porto Maravilha.

É difícil acreditar que exista essa pérola nesse miolo entre o Centro e a zona sul do Rio. Nunca tinha visitado a ladeira que restou do Morro do Castelo. Fui visitar a Ladeira para comemorar o aniversário de um amigo, o que teve um toque a mais.

Fiquei com medo de ir de carro, acho ruim parar na rua, mas encontrei um estacionamento na Rua Acre, sim, é possível estacionar carro de forma segura, claro que não foi barato.

A subida para o Morro da Conceição, uma das ocupações mais antigas no Rio de Janeiro, é feita por uma ladeira íngreme, constituída pela Rua Major Daemon. Já na subida você pode ver os azulejos decorando o corrimão.

A subida foi gratificante, nem é cansativa. A arquitetura do Morro da Conceição te transporta para um Rio totalmente à parte. A influência lusitana na Saúde é forte. Lá tem um clima de subúrbio, ofuscado pelos arranha-céus espelhados do Centro, vistos ao longe entre uma paisagem e outra. Lembra um pouco Santa Teresa.

O Morro da Conceição é uma joia bruta. Todo o calçamento é feito de paralelepípedos.

Todos os sobrados variam entre si em questão de conservação e de decoração. Cada casa tem uma personalidade diferente, o que faz do local algo único de se conhecer, parecia uma volta no tempo.

O Largo João da Baiana sinaliza o fim da descida do Morro da Conceição. Lá é mais conhecido como Pedra do Sal, ou como Pequena África, por ter sido frequentada por escravos negros e forros. O samba tem grande importância histórica neste largo. E lá no alto fica a Fortaleza da Conceição.

A chegada à Rua Sacadura Cabral trouxe de volta à parte do bairro mais agitada de automóveis, de lanchonetes populares, bancas de jornais e mais sobrados antigos. As obras para as Olimpíadas mudaram todo esse panorama, “para melhor”. Recomendo a visita.

d7da0471-47c3-404a-a62e-3c5b0b01e292

Reserve aqui o seu hotel:



Booking.com

Pedra do Quitandinha (Petrópolis)

A trilha da Pedra do Quitandinha (1.100m) é bem leve para quem está acostumado, rápida e de difícil orientação, não tem nenhuma indicação da direção correta até chegar ao topo, tive que parar e pedir informações, existem na verdade muitas casa no caminho de subida.

Se você for de carro pode estacionar em frente ao belíssimo Palácio do Quitandinha, o início da trilha está bem ao lado.

 

A maior parte da trilha possui um calçamento de pedras.

 

As casas são muitas e pedimos informações, tem até uma vendinha.

IMG_5340

Mais para o final que fica parecido mesmo com uma trilha, caminhos estreitos de terra e muito mato.

 

O cansaço compensa, somado à uma linda vista das montanhas da região e bairros da cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

 

Além da visão da Baía da Guanabara.

 

Escolha seu Hotel aqui:



Booking.com

Parc Monceau

Localizado em Paris, o parque Monceau é um lugar belíssimo para passear na capital francesa. O endereço é 35 Boulevard de Courcelles, 75008, o metrô mais próximo é a estação Monceau mesmo, linha 2.  Em 1769, o duque de Chartres adquiriu um pedaço de terra no qual ele construiu a “Folie de Chartres” cercada por um jardim “à la française”. Mais tarde, ele confiou ao paisagista Carmontelle a encomenda de seu jardim, o que lhe deu um toque único. Com edifícios de todos os estilos e de todos os períodos: ruínas de um templo de Marte, e um castelo gótico, moinho de vento holandês, pirâmide egípcia, pagode chinês, como muitos pequenos edifícios fantasioso que fez famoso esse jardim anglo-chinês.

Rios foram escavados, e da famosa Naumachie, foi construída uma piscina rodeada por colunas coríntias.

Em 1793, uma estufa, um jardim de inverno, bem como novos caminhos surgiram sob a liderança de Thomas Blaikie, autor do maravilhoso Parc de Bagatelle, que transformou o Parc Monceau no jardim Inglês.

Tornando-se um símbolo nacional na Revolução, ele foi restaurado para a família Orleans, mas ele não ficou muito tempo em suas mãos. O estado o adquiriu em 1852. A fisionomia do parque havia mudado consideravelmente.

O aspecto do parque não mudou desde então e Marcel Proust, que adorava caminhar até lá, reconheceria isso facilmente. Você entrará pelas grandes grades de ferro forjado, reforçadas com ouro, cujas quatro portas trazem a assinatura de Davioud.

Parc Monceau é um dos mais belos jardins da capital frequentados por mães e seus filhos, alguns turistas e a comunidade russa frequentam a Catedral Ortodoxa Alexander Nevsky (1861) nas proximidades.

Parque Monceau é o lar de árvores espetaculares, incluindo um sicômoro com galhos retorcidos, que é o mais antigo (1853), a maior (4,18 metros) e as mais altas do distrito (30 metros). Sua impressionante circunferência, no entanto, rivaliza com a do plano mais antigo do Oriente (1814), que chega a 7 metros!

O Parc Monceau é também o espaço verde do distrito que contém a maior diversidade de aves. Eles são atraídos pela altura das árvores e pelo frescor da lagoa, sulcadas por grandes carpas e pequenos peixinhos dourados. Se você passar o mês de maio, verá o charmoso show de patos-reais escoltados por seus filhotes.

Conheça a Série França aqui no blog.

Reserve seu Hotel aqui:



Booking.com

PALÁCIO TIRADENTES

O Palácio Tiradentes localiza-se na cidade do Rio de Janeiro. Foi o antigo prédio do Congresso Nacional brasileiro, entre 1926 e 1960, e é a atual sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), palco de muitas manifestações.

Palácio_Tiradentes_2015_01

O primeiro edifício era um parlamento imperial, construído no ano de 1640, que possuía no seu piso inferior uma cadeia chamada de “Cadeia Velha”, onde eram abrigados os presos do período colonial e onde também esteve preso, por três anos, o inconfidente Joaquim José da Silva Xavier (o Tiradentes), enquanto aguardava a execução na forca, o que viria a acontecer no dia 21 de abril de 1792. Em frente do Palácio hoje, temos uma estátua de Tiradentes que está posicionada exatamente no mesmo lugar onde ficava sua cela.

Em estilo eclético, a fachada é revestida por concreto armado e também uma cópia do Grand Palais de Paris.

000256

Destaca-se a cúpula, adornada com esculturas alegóricas representando a Independência e a República. Por dentro, a cúpula, ornamentada com pinturas de autoria do artista brasileiro Rodolfo Chambelland, ostenta um vitral pintado como o céu da noite de 15 de novembro de 1889.

IMG_5009.jpg

O prédio abriga ainda decorações realizadas por artistas renomados como Eliseu Visconti, Carlos Oswald e João Timóteo da Costa, que fez a decoração do teto do salão nobre do Palácio utilizando a técnica do pontilhismo.

O painel decorativo do plenário do Palácio Tiradentes foi executado por Eliseu Visconti em 1926 e representa a assinatura da primeira Constituição Republicana de 1891. No grande painel, restaurado em 2001, figuram em tamanho natural os retratos dos sessenta e três constituintes.

IMG_5010.jpg

Todos os mosaicos do chão do Palácio vieram montados em blocos da França.

paltiradentes29.jpg.w560h371

A biblioteca impressiona os visitantes pela belíssima decoração de uma madeira escura e pela qualidade das obras.  Fundada em 1947, a biblioteca é especializada na área jurídica e conta com uma enorme quantidade de livros, folhetos, obras de referência, periódicos e material multimídia. Merecem destaque no acervo a vasta coleção de Diários Oficiais, uma Coleção de Leis do Brasil desde os tempos do Império e uma seleção de documentos históricos de grande importância.

biblioteca tiraentes

As escadarias do Palácio Tiradentes.

IMG_5011

Se quiser agendar uma visita, acesse o site: http://www.palaciotiradentes.rj.gov.br/visitaguiada/

Reserve seu hotel aqui:



Booking.com

Historisches Kaufhaus (Freiburg im Breisgau)

A loja de departamentos histórica é um dos edifícios em destaque em Freiburg im Breisgau na Alemanha. Está localizado no lado sul da Münsterplatz, o que chama a atenção é a sua fachada vermelha.

DSC02228

A primeira loja de departamentos municipais como construção da administração do mercado municipal para o manuseio de mercadorias e desembaraço aduaneiro em Freiburg foi construída no século XIV, hoje está localizada na praça da catedral. A loja de departamento foi posteriormente redesenhada várias vezes. Em 1550 foi complementada com uma varanda, depois dos cercos da cidade em 1714 e 1744, os danos de guerra tiveram que ser refeitos, em 1814 a fachada foi reconstruída.

De 1946 a 1947, o edifício foi o local da Assembleia Consultiva de Baden, de 1947 a 1951, servido na histórica loja de departamentos como edifício do parlamento do estado de Baden.

DSC02229

Todo o andar superior do edifício ocupa um corredor que se abre para a praça do mercado em janelas de cortina gótica tardia. É flanqueado por duas janelas de bayas poligonais delgadas, cobertas de azulejos coloridos nos cantos dos edifícios. A parte de trás do salão também está aberta para o pátio com grandes janelas. A frente é decorada por esculturas de Habsburgo e brasões, que foram feitas entre 1520 e 1531. As esculturas coroadas de baldaching entre as janelas da fachada dianteira representam o Imperador Maximiliano I, seu filho, o Rei Felipe o Belo e seus filhos, o Imperador Romano Carlos V e o Rei Romano e mais tarde o Imperador Ferdinand I.

 

leia aqui no blog os posts sobre BerlimFrankfurt e Freiburg.

Reserve seu hotel aqui:

 

 

Booking.com

Revéillon em Orlando

Primeiro post em colaboração com Alessandro Dantas, amigo de longa data, que a meu pedido, escreveu esse texto contando um pouco da sua experiência em viagens!

Após um ano atípico, passei a virada de 2017 operado do joelho, com todos presos em Linhares (ES) por conta disto, resolvi fazer algo diferente na virada de 2018! Passar o réveillon num parque da Disney!
De cara a minha esposa me lembrou que não sou exatamente um cara paciente em relação a filas e que não gosto de multidões!! E, lembrou que este é o período mais caro para se viajar!!!
Tudo verdade, as mulheres sabem de tudo!!!! Mesmo assim encarei, queria compensa-los, afinal, ninguém reclamou de ficar em Linhares no natal e réveillon!
Enfim, viajamos no dia 20/12 e ficamos alguns dias numa cidade da Florida chamada Hollywood, num hotel à beira mar chamado Hilton Diplomat, que eu super recomendo! Local muito charmoso, entre Miami e Fort Lauderdalle com clima de cidadezinha, muitos parques e restaurantes! Até aí, tudo maravilhoso!

Fomos para Orlando no dia 23/12 e, de cara, pegamos um grande engarrafamento ao cruzar a cidade. Passamos o dia 24/12 em Winter Park, uma cidadezinha próxima de Orlando, muito bonita, com excelentes restaurantes e uma loja enorme da REI (https://www.rei.com/) uma das mais tradicionais lojas de produtos para esportes de aventura, você pode comprar pela internet e mandar entregar na loja, evitando problemas com estoque e a perda de tempo procurando itens específicos!
No dia de Natal almoçamos no Hotel Gaylord, que parece aqueles grandes hotéis de Las Vegas, quase um parque temático. O almoço foi bom, um self-service, all you can eat, de qualidade razoável, mas com muitas opções de prato é bom atendimento.

26692460_10213796950331337_1301526288_o

Depois do almoço fomos passear no Disney Springs, antigo Disney Dowtown que estava absurdamente cheio. Parecia que eu estava próximo ao palco do Rock in Rio e um tremendo engarrafamento para estacionar!!!
No dia 27 fomos ao Universal Studios, chegamos por volta das 9h e saímos por volta das 17h e conseguimos ir em apenas 4 atrações! Filas com duração média de 90 min. Você tem a opção de comprar o Fast Pass, que permite que você entre por uma fila exclusiva e muito mais rápida, porem paga-se praticamente o dobro pelo ingresso e ter disponibilidade, pois a emissão destes passes e restrita. Recomendo para quem for em períodos de alta temporada fazer o fast pass e comprar menos dias de parque, fazendo mais atrações num mesmo dia.

Dia 28 fizemos um passeio a cidade de Saint Petesburg, próximo a tampa. Cidade Fantástica, linda, cheia de museus e parques, com a única unidade do Museu Salvador Dali fora da Europa. Ótimos restaurantes e um clima agradabilíssimo, sem a muvuca de Orlando.

26056143_10213735289029843_7564203404502369431_n

Dia 29 fomos às compras e no dia 30 optamos por fazer compras pela manhã e chegar ao Island of Adventure as 17h. Ficamos até o fechamento do parque, 22h e conseguimos ir a 4 atrações, e aproveitamos melhor o shopping que estava vazio na hora da abertura!
No dia 31, fomos aconselhados a chegar cedo ao parque, pois eles lotam e fecham cedo. Realmente já tinha muito trânsito, principalmente para o Magic Kingdom, que, soubemos depois, fechou a entrada por volta das 11h. Pensei que fôssemos ter problemas pela longa permanência no parque, mas foi super tranquilo. Fomos a vários brinquedos, pois conseguimos o Fast Pass (gratuito na Disney) e almoçamos num restaurante na área italiana. Durante a noite tocava música eletrônica, batidão mesmo, cada área tinha um palco próprio, as mais animadas eram a da China Eva da Itália, com menção honrosa para a Inglaterra aonde teve apresentação de grupos que tocavam rock inglês, the best!!
No dia primeiro estava chovido e frio, aproveitamos para tentar fechar a lista de compras, pois voltaríamos a Miami no dia 2/1. Ficamos num hotel próximo ao aeroporto de Miami, o Hilton Miami Airport, que eu recomendo pela praticidade.
Enfim, adorei o passeio e gostaria de fazer algumas considerações sobre viajar para Orlando neste período.
Não recomendo se o objetivo for fazer compras, só tem xepa, as lojas ficam lotadas e os vendedores mal humorados.
Parques lotadíssimos, porem o réveillon é muito legal, vale muito o esforço (uma vez). Tudo fica mais caro ainda (hospedagem, ingressos para os parques, alimentação). Programe passeios fora de Orlando, tem muitas cidadezinhas legais no entorno de Orlando.

Conheça aqui no blog a Série USA

 

Booking.com

Grande Arche de La Défense

Quando pensamos em Paris, as primeiras imagens que surgem na nossa cabeça são as da Torre Eiffel e do Arco do Triunfo, este último fica no final da famosa Avenida dos Champs Elysées.

Mas Paris é muito mais do que esses dois monumentos, claro, não preciso falar da quantidade enorme de museus, de igrejas e de sua arquitetura única.

Poucas pessoas sabem que Paris possui outros Arcos importantes e lindos. Poucas pessoas falam ou conhecem, ou mesmo já visitaram um dos Arcos famosos da cidade, o Arco de La Defénse.

Grande Arco de La Défense é um monumento situado no bairro de La Défense, na periferia oeste de Paris, na comuna de Puteaux (Hauts-de-Seine).

DSC04358

O arco recebeu este nome por estar situado no moderno bairro (assim chamado em memória à resistência oposta pelos franceses às tropas prussianas na guerra franco-prussiana). O Arco é de fácil acesso, você pode pegar a linha 1 do metrô em direção de La Defénse.

Grande Arche de la Défense é um cubo oco de 112 metros de altura coberto de mármore branco e aberto no centro, apoiado por 12 pilares de 30 metros cada.

DSC04368

O Arco fica perto de vários shoppings e de lá podemos ver também o Arco do Triunfo e a Avenida dos Champs Elysées.

Construído em 1989 por volta do bicentenário da Revolução Francesa, sendo o segundo projeto do arquiteto dinamarquês Otto von Spreckelsen, simboliza uma janela aberta ao mundo.

DSC04360

Me procure nas redes sociais:

Instagram: leandro_aldebaran

Facebook: https://www.facebook.com/viajecomleandro/

Veja aqui no blog também a Série França.