Tivoli

Eu decidi ir à Tivoli de última hora, mas devo dizer que foi uma grata surpresa, se tivesse me planejado melhor, ficaria mais tempo na cidade, recomendo muito. A apenas 30km da Capital italiana, Tivoli possui várias atrações.

Para chegar à Tivoli de Roma existem duas opções, você pode ir com carro: ou de trem, ou ir de metrô até a estação Ponte Mammolo e pegando um ônibus para Tivoli, foi o que eu fiz, os ônibus saem a cada 15 minutos e o bilhete custa em torno de 1,50 a 2 euros e você pode comprar com o motorista do ônibus. Já o trem, sai de hora em hora e custa 2,60 euros saindo da estação Roma Tiburtina. Foi uma curta viagem.

Procure se informar bem onde saltar do ônibus quando chegar em Tivoli, pois os pontos turísticos são bem espalhados e você pode saltar longe de todos como aconteceu comigo.

Depois de andar por uns 15 minutos eu encontrei a Rocca Pia, que é uma fortaleza do séc. XV localizada no coração da cidade de Tivoli. A construção do forte data de 1461 e terminou em um momento caracterizado por um forte conflito de vários tipos para a cidade, quando foi forçada nessa época, a resolver suas aspirações seculares de independência.

Da praça central de Tivoli podemos ver como a cidade se localiza no topo de uma montanha, a cidade tem 235 metros de elevação.

Bem próxima da praça, fica a Villa d’Este, que faz parte da lista de Patrimônio Mundial da UNESCO e é uma das principais obras do Renascimento Italiano. Espetacular. É uma obra-prima da arquitetura e, especialmente o jardim. O interior da casa está bastante conservado.

Faça uma rápida visita por dentro da casa, mas são os jardins que valem à pena mesmo.

Exuberantes terraços e jardins construídos nas encostas naturais, muitas fontes fantásticas e grandiosas, cavernas, jogos de água, tanques. São mais de 200 jatos, 100 tanques e 50 fontes. As fontes são alimentadas pelo rio Aliene, um dos afluentes do Rio Tevere.

A Fontana dell’Organo, é uma fonte que tem um mecanismo interno acionado pela água, um órgão hidráulico, que é ativado à partir das 10h30 a cada duas horas toca algumas melodias. Eu assisti o concerto as 17h30. A fonte em que eu apareço é a Fontana de Netuno.

Uma outra fonte curiosa é a Fontana dell’Abondanza. Uma imagem feminina com vários seios, simboliza a fertilidade da natureza e do fluxo ininterrupto da vida.

IMG_2716

O jardim é enorme, fique bastante tempo explorando, você não vai se arrepender.

Tivoli possui outras atrações que não pude conhecer, mais motivos para voltar, rs.

Villa Adriana que é patrimônio mundial da humanidade, remonta aos tempos do Imperador Adriano. Com 120 hectares, a villa da época romana é um dos mais importantes acervos de ruínas deste período da história.  Essa villa fica embaixo, antes do ônibus subir até a praça da cidade.

E também A Villa Gregoriana, um parque pertencente ao Fundo Ambiental Italiano. É conhecida principalmente pela Grande Cascata, ou a grande cachoeira, e pela Acrópole, destino certo dos românticos em meados do século XVII.

Leia sobre outras cidades da Itália aqui blog:

MilãoVeronaVenezaVicenza, Roma, Florença, Pisa, PompéiaLucca, San Geminiano, Siena, Pistoia, Arezzo, Cinque Terre.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s