Praga

Praga é uma cidade deslumbrante e apaixonante, eu fiquei de queixo caído. A modernidade se mistura com as torres medievais com harmonia. Apesar do descaso durante o regime comunista o centro da cidade foi bem preservado. A cidade possui metrô e linhas de ônibus, mas fiz tudo a pé mesmo, cruzei a cidade várias vezes. A cidade é divida em duas pelo rio Vltava.europa 2009 196

O ponto alto da cidade é o Castelo de Praga, o maior castelo da Europa. Fundado no séc. IX e apesar dos incêndios e das invasões sofridos ao longo do tempo, o castelo preservou igrejas, torres e capelas da época gótica. Em 1918 o castelo se tornou sede do governo da Tchecoslováquia e até hoje o presidente da república tem um gabinete no local.

Dentro do castelo podemos visitar o Palácio real com salões góticos e renascentistas. Com muitos brasões na parede e no teto, foi erguido no séc. XI.

O Convento de São Jorge fundado em 973, passou por reconstruções ao longo dos séculos. Anexa ao convento está a Basílica de São Jorge, igreja em estilo românico mais bem preservada da cidade.

A Viela Dourada é uma rua com esse nome por causa dos ourives que lá moravam no séc. XVII. As pequenas casas pintadas com cores vivas dão a sensação de estarmos numa rua de bonecas. Hoje as casas viraram lojas de souvenires e livrarias, Franz Kafka morou no numero 22. Para visitar o palácio, a basílica e a viela dourada tem que comprar ingresso.

Mas o melhor do castelo é a Catedral de São Vito, uma das mais belas catedrais góticas que eu já vi, e olha que eu já vi muitas. Sua construção começou em 1344. A entrada atual, do lado ocidental e a fachada com agulhas gêmeas, foram adicionadas entre 1872 e 1929. As capelas guardam tesouros e jóias da Coroa da Boêmia e também túmulos reais.

Saindo do Castelo de Praga, o acesso é pela Rua Nerudova, ambos fazem parte do Malá Strana, um pequeno quarteirão pouco afetado pelas transformações recentes da cidade. O Bairro foi fundado em 1257 com Igrejas e palácios barrocos e casas com símbolos nas portas. O escritor Neruda morou no número 47. Antes de existir o sistema de numeração, as casas eram identificadas por símbolos, como animais e pequenos violinos, a casa da ferradura dourada, da lagosta verde e do cisne branco.

A Igreja de São Nicolas ou Nicolau fica no coração do Malá Strana, bem na praça central. Com a construção iniciada em 1703 e terminada em 1761, possui muitos afrescos, inclusive o de Santa Cecília, padroeira dos músicos que fica em cima do órgão barroco tocado por Mozart em 1787.

Para chegar ao outro lado da cidade, siga pela Ponte Carlos (Karlúv Most). Cartão postal da cidade. Sempre lotada de pessoas e mendigos, já comportou em outros tempos o tráfego de até 4 carruagens lado a lado. Erguida em 1357, sua decoração original foi reduzida a uma simples cruz de madeira. Em 1683 foi acrescentada uma estátua de São João Nepomuceno. No séc. XIX outras estátuas foram acrescentadas.

Saindo da Ponte Carlos, vá em direção da Praça Velha de Praga. Lá é onde fica o Relógio Astronômico com a torre e a Igreja de Nossa Senhora depois do Týn. O Orloj é um relógio astronômico medieval, este relógio foi montado na parede sul da Prefeitura Municipal da Cidade Velha na Praça da Cidade Velha, que são atrações turísticas bastante populares. A cada hora ele toca e uma multidão se reúne para assistir ao relógio funcionando e as estátuas dos 12 apóstolos se movimentando durante alguns minutos.

É possível subir na Torre do Relógio Astronômico.

A Igreja de Nossa Senhora de Týn é a terceira igreja gótica mais importante de Praga, depois da Catedral de São Vito. Esta igreja serve de contraponto à majestosa Prefeitura da Cidade Velha, situada no lado oposto da praça, e oferece certa dose de energia ao micro mundo da Cidade Velha de Praga. Coberta por edifícios, suas torres se impõem às baixas construções.

Passando pela Praça da república (Náměstí Republiky), onde fiquei hospedado, que fica situada entre a Cidade Nova e a Cidade Velha de Praga, é um dos principais destaques da cidade. A grande Casa Municipal (Teatro Nacional, Národní Divadlo) símbolo da afirmação da nação tcheca no século XIX. O Teatro Nacional abriu as suas portas em maio de 1868 graças à vontade do povo tcheco, todas as classes da sociedade de Praga participaram da construção deste bonito prédio. Belos concertos musicais são realizados lá.

O Portão da Pólvora é um marco de destaque para aqueles que visitam a Praça da República. Esta torre gótica antiga fica na extremidade da cidade velha e era um dos portões originais da cidade, remontando ao século 11.

No final da edição do famoso festival de música de Praga na Primavera de 2000, uma estátua de Dvořák foi inaugurado na Praça Jan Palach, em frente ao Rudolfinum. Dvořák realizou no Rudolfinum o primeiro concerto da Filarmônica Checa.

europa 2009 192

O Rudolfinum.

Praga é uma cidade glamurosa que respira arte, principalmente música. A cada 2 horas tem um concerto, ou vários, de todo o tipo de música e preço.

Roteiro Praga

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s