Berna

Sobre este som

A minha visita à Berna foi por acaso, não estava no meu roteiro original a visita, mas tive uma brecha que possibilitou a ida à cidade, devo dizer que não me arrependo e recomendo muito a visita. Cheguei na cidade de trem vindo de Interlaken, depois da visita parei em Thun.

O Duque de Zähringen, fundador da cidade, prometeu nomear a mesma após o primeiro animal que ele conhecesse na caça, e este acabou por ser um urso. A presença desse animal é muito forte na cidade, tem estátua de urso pendurada em fios.

Tem também uma espécie de zoológico aberto, onde é possível ver os ursos em seu habitat natural, claro que no verão ou na primavera, deve ser mais fácil ver, no inverno nem tanto. O Bärengraben, é uma atração turística de Berna . É uma cova de urso, ou alojamento, situado na borda oriental da cidade velha, ao lado do rio Aar . Embora ainda em uso, o Bärengraben foi acoplado desde 2009 pelo adjacente BärenPark , um recinto maior e mais natural ao lado do rio Aar.

Berna é a capital da Suíça, uma cidade predominantemente germanófona, capital do cantão homônimo. A cidade é atravessada pelo rio Aar e está inscrita no Patrimônio Cultural Mundial da UNESCO, graças ao patrimônio medieval de sua Cidade Antiga, que conseguiu atravessar os séculos. Entre os seus ilustres moradores encontram-se o cientista Albrecht von Haller, o poeta Jeremias Gotthelf, o escultor Bernhard Luginbühl e os pintores Ferdinand Hodler e Paul Klee. O físico de origem alemã Albert Einstein que desenvolveu sua Teoria da Relatividade em Berna. A língua oficial nesta comuna é o alemão. É possível visitar a casa onde Albert Einstein viveu e tomar um café onde ele frequentava.

Berna é repleta de atrações, prédios históricos, museus, galerias, igrejas e fontes, muitas fontes interessantes para se fotografar.

O Bundeshaus ou o Parlamento federal suíço, é a sede de umas das primeiras democracias modernas do mundo. O Parlamento federal é a sede do Governo da Suíça, porém, oferece uma vasta gama de opções de entretenimento e eventos para moradores e visitantes. O Parlamento federal foi construído de acordo com o design do arquiteto H. Auer e foi concluído em 1902. No hall central da cúpula entre ambas as câmaras de conselho encontram-se inúmeras representações simbólicas da história da Suíça. 

O Kunstmuseum ou Museu de Belas Artes de Berna (Kunstmuseum em alemão, para “museu de arte”) é um museu público voltado à produção artística ocidental. Fundado em 1809, é o mais antigo museu de arte deste país.

Zytglogge é uma torre medieval de referência. Construída no início do século XIII, tem servido a cidade como torre de guarda, prisão, torre do relógio, centro da vida urbana e memorial cívico.

Apesar das muitas redecorações e renovações que sofreu em seus 800 anos de existência, o Zytglogge é um dos símbolos mais reconhecidos de Berna e, com seu relógio astronômico do século XV, uma grande atração turística. É um patrimônio de importância nacional , e faz da parte da Cidade Velha de Berna.

A Münster ou Bern Minster é uma catedral suíça reformada localizada na cidade velha de Berna. Construída em estilo gótico, sua construção começou em 1421. Sua torre, com uma altura de 100,6 m (330 pés), só foi concluída em 1893. É a catedral mais alta da Suíça e é uma propriedade cultural de significado nacional.

A Nydegg Kirche é uma pequena igreja originalmente construída de 1341 a 1346 para substituir a antiga fortaleza. Foi santificada pela primeira vez em março de 1344, seguido de um segundo em 23 de maio de 1346. Esta igreja primitiva apresentava uma torre sineira. Em 12 de janeiro de 1469, a cidade pediu à Ordem Teutônica que doasse a capela Nydegg à Irmandade Maria Madalena e permitisse que usassem o dinheiro pago à capela para reconstruir o edifício.

Impossível falar de Berna e não falar de suas fontes, que são muitas, na verdade são 15 ao total, todas espalhadas pela cidade, as vezes é preciso ligar o GPS para achar algumas delas.

A Bernabrunnen é uma fonte localizada imediatamente ao sul da Bundesgasse, no pátio da ala oeste do Bundeshaus. A fonte foi erguida em 1858 e continha uma estátua em 1863 que retrata a Berna, uma figura feminina que personifica a cidade e o cantão de Berna.

A Anna-Seiler-Brunnen está localizada na extremidade superior da Marktgasse, simboliza o fundador do primeiro hospital em Berna. Anna Seiler, representada por uma mulher em um vestido azul, derramando água em um pequeno prato. Em 29 de novembro de 1354, em seu testamento ela pediu à cidade que ajudasse a fundar um hospital em sua casa.

A Schützenbrunnen é uma fonte originalmente de madeira sendo substituída em 1527 por uma de pedra. A figura da fonte datada de 1543 é atribuída a Hans Gieng . Ele representa um dardo de Schützenvenner com capacete, ele carrega em seu lado direito a bandeira de 1799 que aboliu a sociedade de Sagitário. À esquerda, ele segura uma espada. Entre as pernas, um filhote de urso com um rifle aponta para o caramanchão. No local original da fonte, o ursinho apontava para a entrada da antiga casa do clube de tiro.

Kindlifresserbrunnen (fonte do comedor de crianças) é uma fonte no Kornhausplatz. É uma das fontes da Cidade Velha de Berna do século XVI. Foi criado em 1545/46 por Hans Gieng no lugar de uma fonte de madeira do século XV. O nome original da nova fonte era Platzbrunnen (Fonte da Praça); o nome atual foi usado primeiro em 1666. Kindli é um diminutivo alemão suíço para a palavra alemã Kind, que significa criança. A escultura da fonte é um ogro sentado devorando uma criança nua. Colocado ao seu lado é uma bolsa contendo mais filhos. Porque o ogro está usando um chapéu pontudo se assemelha a um chapéu judaico.

A Zähringerbrunnen foi construída em 1535 como um memorial para o fundador de Berna, Berchtold von Zähringer. A estátua é um urso com armadura completa, com outro filhote de urso a seus pés. O urso representa o urso que, segundo a lenda, Berchtold atirou na península de Aare enquanto procurava um local para construir uma cidade. O urso armado carrega um escudo e uma bandeira, ambos com o leão Zähringen.

A Simsonbrunnen é uma fonte que representa a história bíblica de Sansão matando um leão. De acordo com a história, Sansão nasceu de um casal israelita estéril sob as condições de que sua mãe e seu filho (Sansão) se abstenham de todo o álcool e que ele nunca se depile ou corte o cabelo.

A Mosesbrunnen (Fonte de Moisés) é uma fonte na Münsterplatz na Cidade Velha de Berna. É uma propriedade cultural suíça de importância nacional e faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO. A estátua data de 1544. Após o dano causada por uma tempestade, foi reconstruída em 1790-1791. A estátua representa Moisés trazendo os dez mandamentos para as tribos de Israel. Moisés é retratado com dois raios de luz projetando-se de sua cabeça, que representam Êxodo 34: 29-35 que diz que após o encontro com Deus a pele do rosto de Moisés ficou radiante. Os raios gêmeos de luz vêm de uma tradição de longa data que Moisés, em vez disso, cresceu chifres.

A Rathausplatz ou Câmara Municipal foi construída no período de 1406 a 1416. Na Câmara Municipal reúne-se todas as quintas-feiras o Grande Conselho, o parlamento cantonal, se reúnem quatro vezes por ano para realizar suas sessões públicas. Quando o Conselho está em sessão, a bandeira de Berna é hasteada no telhado da estrutura gótica tardia do século XV. Nessa praça também tem uma estátua de um homem com uma badeira. A Vennerbrunnen, o Venner era um título militar-político na Suíça medieval. Ele era responsável pela paz e proteção em uma seção da cidade depois de liderar tropas daquela seção em batalha. 

A Gerechtigkeitsbrunnen (Fonte da Justiça) é uma fonte do século XVI na Gerechtigkeitsgasse na Cidade Velha de Berna. É a única fonte a manter todos os elementos originais do design, e está listada como patrimônio cultural de importância nacional. Graças a sua figura homônima, a famosa estátua da Senhora Justiça, de Hans Gieng, a Gerechtigkeitsbrunnen supera todas as outras fontes bernenses com mérito artístico. A figura icônica foi copiada em toda a Suíça até meados do século XVII. A estátua é uma cópia da original, que foi em grande parte destruída por vândalos em 1986.

A Läuferbrunnen (Fonte do corredor) é uma fonte na Läuferplatz, localizada perto da Igreja Nydegg, em Nydeggstalden . O cocho foi construído em 1824, mas a figura data de 1545. O Corredor mudou várias vezes desde a sua criação, e até cerca de 1663 era conhecido como o Brunnen beim unteren Tor (Fonte pelo portão inferior).

Berna também tem uma arquitetura incrível, vale a pena passear por suas ruas e admirar seus prédios únicos e suas ruas com muitos arcos.

Gostou das dicas? Aproveite e Viaje com Leandro.

Anúncios