Lucerna

Eu fiquei muito impressionado quando cheguei em Lucerna, a cidade tem um brilho único, coisa que Zurique não tem, uma cidade pequena cheia de detalhes para explorar e com um lago lindo, e sem falar nas montanhas.

A cidade situa-se a 436 metros de altitude, e fica uma meia hora de trem de Zurique. Situada nas margens do rio Reuss e banhada pelo Lago dos Quatro Cantões. A cidade é também um dos principais centros turísticos do país e sede de festivais internacionais de música.

Kapellbrücke é uma ponte de madeira. A Kapellbrücke (ponte da capela) foi construída em 1365. Na ponta sul da ponte fica a Wasserturm (torre da água). Bem alto, nas traves de madeira encontram-se 112 pinturas datadas do início do século XVII e restauradas no princípio do século XX. Um incêndio destruiu parte da ponte em 18 de Agosto de 1993. Foi reconstruída e reabriu em 14 de Abril de 1994.

Outra atração incrível em Lucerna são as muralhas e as torres. Ao todo são 9 torres, sendo apenas 4  delas abertas ao público, que fazem parte de uma estrutura com grandes muros construída em 1386, sendo que os muros estão praticamente intactos!  No inverno nenhuma torre está aberta.

De dentro de uma dessas torres, a chamada Zyt, está o relógio mais antigo da cidade, construído por Hans Luter construído em 1535 e o curioso é que ele badala sempre a cada hora um minuto adiantado de praticamente todos os outros relógios da cidade.

Monumento do Leão (em alemão: Löwendenkmal), ou Leão de Lucerna, é uma escultura concebida por Bertel Thorvaldsen, homenageia os Guardas Suíços que foram massacrados em 1792 durante a Revolução Francesa, quando revolucionários invadiram o Palácio das Tulherias em Paris. O escritor americano Mark Twain (1835–1910) elogiou a escultura do leão mortalmente ferido como “o mais lúgubre e tocante peça em pedra no mundo. É realmente impressionante chegar e ver aquele leão dormindo na parede de rocha com um lago na frente.

Perto do lago de Lucerna fica a Igreja de São Leodegário (em alemão : St. Leodegar im Hof ​​ou Hofkirche St. Leodegar ) é uma igreja católica romana. Foi construída em partes de 1633 a 1639 na fundação da uma basílica romana que tinha queimado em 1633. Esta igreja foi uma das poucas construídas ao norte dos Alpes durante a Guerra dos Trinta Anos e uma das maiores e históricas igrejas de história da arte do período do renascimento alemão.

Para aproveitar bem essa linda cidade é possível fazer um passeio de barco pelo lago, mesmo no inverno, devo dizer que vale muito o passeio, apesar de estar frio. Os barcos saem do Pier 7 e tem uns poucos horários e o passeio dura uma hora.

Não deixe de subir o Monte Pilatus. O Monte Pilatus é uma das montanhas mais lindas da Suíça central e um bate-e-volta é possível para quem sai de Lucerna.

Existem duas formas de subir o Monte Pilatus de trenzinho Funicular, que fica aberto de maio a novembro ou com um conjunto de teleféricos, o Dragon Ride que fica aberto durante o ano todo. Você pode escolher um deles para subir e desça pelo outro, as experiências são bem diferentes e complementares. Infelizmente eu fiz o passeio.

Lucerna tem uma arquitetura muito legal, passeie pela cidade e aproveite para tirar muitas fotos.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.